Buscar
  • Dr. Huber Vasconcelos

Cirurgias para descolamento de retina

O descolamento de retina é um problema grave que, se não tratado a tempo, pode levar à perda total e irreversível da visão. O tratamento para este tipo de problema é cirúrgico e, quanto antes o diagnóstico for feito e a retina for colada, maiores são as chances de recuperar/preservar a visão.





Existem três tipos de cirurgias realizadas para o tratar o descolamento de retina, sendo elas a retinopexia pneumática, a retinopexia com introflexão escleral e a vitrectomia posterior.


A retinopexia pneumática é feita com a injeção de gás dentro do olho com o objetivo de recolar a retina obstruir o buraco ou rasgo na retina, impedindo a passagem de líquido por ela. O gás permanece no olho por alguns dias e não necessita ser retirado, o próprio organismo faz a sua absorção. No pós-operatório deste tipo de cirurgia, é necessário que o paciente fique, por um período, numa posição cabeça específica, a depender do local dessa rotura. Laser ou crioterapia deve ser realizado em conjunto no tratamento.


Já na retinopexia com introflexão escleral, o retinólogo coloca uma faixa ou banda de silicone ao redor dos olhos, para que a esclera (porção branca do olho) seja pressionada em direção a retina, tratando o descolamento. Também é associado laser ou crioterapia ao tratamento.


A vitrectomia posterior, também conhecida como vitrectomia via pars plana, é a técnica cirúrgica em que há a remoção do vítreo (gel transparente que preenche o olho), por meio de pequenas incisões e usando um aparelho chamado de vitreófago. Ao final do procedimento, pode ser inserido gás ou óleo de silicone. Os pacientes que tiveram gás ou ar implantados nos olhos não poderão viajar de avião ou para lugares com grande diferença de altitude, até a liberação médica. Nestes casos, a posição de cabeça, assim como na retinopexia pneumática é orientada.


O tipo de procedimento feito é definido pelo cirurgião. Em algumas situações, pode ser feita uma associação entre dois métodos cirúrgicos.

Vale lembrar que, quanto antes a cirurgia for realizada, maiores são as chances de se obter melhores resultados.

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo